Seguidores

quarta-feira, 28 de julho de 2010

“Crackolândia”


Quem se importa com os “crackeiros”?
Afinal não é você quem está lá! Não é você quem abandonou tudo o que tinha com um único objetivo: “A pedra do crack”!!!
Quem se importa com este novo grupo na sociedade?
Afinal você tem sua casa, seu carro, sua roupa, família…
Quem se importa com aquele que trocou a segurança do seu lar para ficar debaixo da marquise, cheirando mal, passando fome, fumando crack?
Quem se importa com crianças de 9 anos que fumam e deixaram suas famílias?
Quem se importa com pessoas que viraram escravas do vício, que pedem socorro no interior de suas almas, mas seus gritos não ecoam a ponto do socorro chegar?
Sou da seguinte opinião: O que você não vê seu coração não sentirá!
Ao vermos imagens na tv não deveríamos sentir? Chorar? Fazer alguma coisa? Não deveríamos gritar, gemer… por tão grande miséria?
Você consegue imaginar a dor de uma mãe que perdeu seu filho para o crack? À noite a cama está vazia, o lar está vazio, mas os olhos estão cheios de lágrimas, o peito sem ar, o coração cheio de esperanças…

Você já viu uma criança em momentos do efeito do crack???

Quem se importa com o “crackeiro” que vira mendigo por causa desta droga?

Quem se importa???

Veja esta reportagem sobre o crack, que já está até no sertão:

Veja este outro vídeo que relata o desespero de uma família:

Este vídeo mostra o comércio do crack em São Paulo:

Uma mãe heroína resgata sua filha das ruas da crackolândia:

Em 2007 o crack já assolava crianças e etc.

Quem se importa com os viciados em crack???

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...